É cada vez maior o número de venezuelanos que buscam uma vida melhor no Brasil - Brasil News

Brasil News

Imigração

É cada vez maior o número de venezuelanos que buscam uma vida melhor no Brasil

A caminhada da esperança

Eles andam em bandos pelo acostamento da BR 174 – a rodovia que liga o Brasil à Venezuela. Muitas vezes os carros dividem espaço com dezenas de venezuelanos. São grupos de 10 até 30 pessoas que caminham em direção a Boa Vista, capital de Roraima.

Para eles, a viagem de 200 km é o caminho necessário para quem busca uma vida melhor. “Quero conseguir emprego. Sou uma enfermeira com graduação e o que ganho não dá para criar os meus filhos”, desabafou Dhucelia Monrroy.

Os imigrantes venezuelanos carregam malas cheias de expectativas debaixo de um sol escaldante. Na fronteira entre os dois países, a fila para registrar a entrada de venezuelanos no Brasil é gigantesca, e todos os dias mais gente chega para se somar aos que já estão por lá.

A Argentina no roteiro de viagem

O estudante Ryan Franco cruzou a fronteira do Brasil para chegar a Argentina

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, somente no ano de 2017, mais de 70 mil venezuelanos entraram no Brasil. Sendo que 40 mil deles permaneceram em Boa Vista. Enquanto 30 mil seguiram para outros estados, inclusive para outros países.

O estudante de engenharia, Ryan Franco, abandonou o curso na Venezuela para partir em busca de oportunidade em outro país. O detalhe é que o destino dele não é o Brasil.

“Vou para Boa Vista, depois sigo para Manaus para tomar um voo até à Argentina. “Quero viver, trabalhar e estudar lá”, disse.

Segundo o cientista político, Paulo Racoski, assim como os EUA, o Brasil sempre foi visto como uma terra de oportunidades. Para um latino-americano, o Brasil está mais perto dos EUA e sem restrinção de entrada.

Hospitalidade com os imigrantes

“O Brasil sempre foi um país de fluxo migratório desde 1820. Temos quase dois séculos de imigração organizada no Brasil. Em outros momentos tivemos paraguaios, bolivianos, argentinos, adentrando o país para o mundo do trabalho”, disse Racoski.

De acordo com Racoski, a hospitalidade do brasileiro é fundamental nesse momento pelo qua los imigrantes venezuelanos atravessam. “Espero que os brasileiros sejam pacientes com esses imigrantes, pois o Brasil já passou por muitas crises nos anos 80 e 90 e a nossa população se deslocava freneticamente para países do mundo, inclusive para a Venezuela”.

To Top