Ponto de encontro de torcidas, o italiano Café Diplomatico comemora 50 anos sem a Itália na Copa - Brasil News

Brasil News

Esporte & Saude

Ponto de encontro de torcidas, o italiano Café Diplomatico comemora 50 anos sem a Itália na Copa

Mamma mia!

 

Quando a bola começar a rolar na Rússia em 14 de junho, a College St. servirá mais uma vez de cenário para celebrar o grande espetáculo que é o futebol.

O principal corredor da Little Italy receberá torcedores de vários nacionalidades onde a concentração terá um principal endereço: o Café Diplomático.

Rocco Mastrangelo Jr, dono do Café Diplomático. prepara-se para mais uma Copa, com muito entusiasmo para os negócios, mas sem a mesma emoção de antes.

“Sem a Itália na Copa eu estou muito desapontado, mas em termos de negócios não terei problemas. Claro que, com os jogos da Itália, teriamos mais público”, disse Rocco.

 

                       Futebol e etnias  

    

Os negócios do Café Diplomático passaram para as mãos de Rocco em 1997 com a aposentadoria do tio, Marco.

Segundo ele, durante o torneio mundial de futebol, o estabelecimento chega a ser frequentado por cerca de 13 mil pessoas.

“A Itália não foi bem nas últimas duas copas. Mas a final entre a Alemanha e Argentina foi muito bom para os negócios. Muitos portugueses, espanhóis e sulamericanos vieram para cá”, afirmou ele referindo-se à final da Copa do Brasil quando os alemães derrotaram a Argentina na prorrogação por 1 a 0.

“Eu tenho todas as etnias aqui e uma vez recebi telefonema de Trinidad and Tobago para fazer reserva”, disse.

O Café Diplomático tem cerca de 30 funcionários e, segundo Rocco, no verão esse número sobe para 50 e chega a dobrar durante a Copa.

A famíia Mastrangelo, seguindo os passos do patriarca, Rocco, veio para o Canadá em 1957. Na década de 1950 – segundo Rocco (o filho) cerca de 400 mil italianos desembarcaram no Canadá.

                    Mudança de hábito

Canadense de nascimento, Rocco testemunhou mudanças na College St. ao longo dos anos.

Segundo ele, de 1998 a 2009 a College St. foi considerada uma das vias mais populares da América do Norte de acordo com reportagem publicada na revista canadense, Maclean’s.

Uma realidade que tem mudado com o crescimento da cidade. “Toronto é uma cidade de crescimento rápido. Por que tenho que viajar meia hora e pagar estacionamento e ainda ter que lidar com a tolerância zero para bebida alcoólica? As pessoas estão mudando o hábito de sair de casa à noite para se divertir. Elas buscam lugares próximos aonde moram”.

 

 

 

 

 

 

To Top