O equilíbrio entre mente, corpo e sexualidade - Brasil News

Brasil News

Esporte & Saude

O equilíbrio entre mente, corpo e sexualidade

A superação de estereótipos e a conquista de um lugar ao sol

na sociedade multicultural canadense

 

Desde o começo do ano que a vida de Rodrigo Oliveira, 37 anos, mudou e para melhor. Ele faz parte do time de personal trainers da maior rede de academias de ginástica do Canadá, a Goodlife Fitness – que possui quase 400 unidades espalhadas pelo país.

Natural da capital pernambucana, Recife, Rodrigo, não apenas venceu o concorrido mercado de trabalho. Ele superou um desafio ainda maior que ele carregava dentro de si: falta de equilíbrio entre corpo e mente.

“Eu era muito magro e costumava ser intimidado devido ao meu corpo. Eu não me sentia feliz comigo mesmo”, disse ele.

Rodrigo decidiu ser treinador e foi na Goodlife Fitness onde ele começou anos atrás a malhar e testemunhar o próprio corpo a mudar para a forma que ele sempre desejou.

O corpo que inspira

Muita gente começou a me seguir no Instagram não apenas pelo fato de eu ter um corpo bem malhado, mas por que eu acabei sendo uma inspiração para elas”, salientou.

Com a musculatura bem definida, faltava apenas para Rodrigo vencer outro peso pesado na vida dele: aceitar a condição de ser homossexual. “Eu sabia que eu era gay, mas não me aceitava e os garotos me confrontavam e eu não encarava eles”, desabafou.

“Agora a questão não é apenas ter um corpo bacana e ser grande, mas é gostar de mim mesmo, de ser feliz, de ter corpo e mente em equilíbrio”, acrescentou Rodrigo.

Fazer o que gosta

Desde o começo deste ano, Rodrigo passou integrar a equipe de mais de 30 personal trainers da unidade da Goodlife Fitness localizada na Dundas Square.

O local de trabalhode Rodrigo Oliveira – o coração de Toronto, é um endereço bastante frequentado pelos estudantes de inglês, universitários, profissionais liberais e pelo público LGBTQ.

Qualificações

“Rodrigo tem as qualificações e é apaixonado pelo que faz”, afirmou Nathan Mason, gerente da equipe de personal trainers da Goodlife Fitness da Dundas Square.

“Eu quero o melhor treinador em frente do melhor cliente para conseguir o melhor resultado em curto período de tempo”, afirmou Nathan Mason, gerente da equipe de personal trainers da Goodlife Fitness da Dundas Square.

Além do certificado que habilita uma pessoa a exercer a atividade de personal trainer, segundo Nathan, a experiência de Rodrigo com o serviço de buffeto catering, garante a ele a capacidade de interagir melhor com as pessoas.

“São três coisas que nós buscamos no treinador: integridade, conhecimentos e ética professional. Rodrigo tem tudo isso e ainda a paixão com o que faz”, afirmou Nathan.

                                                         O Brasil do Macho Man

“Como personal trainer é mais fácil eu me comunicar com os estudantes latinos e eles se comunicarem mais a vontade comigo. Não existem barreiras entre nós e isso torna mais fácil de saber como conseguir que eles alcancem os melhores resultados”, disse Rodrigo.

Quanto à questão da homossexualidade e o papel de treinador de academia de ginástica, Rodrigo – que mora no Canadá desde 2010, não acredita que a experiência dele seria a mesma no Brasil.

“Eu não me imagino ser gay e personal trainer no Brasil. No Brasil, eu não me aceitava como sou hoje. Eu sei que o Brasil mudou muito em relação ao homossexualismo depois que eu cheguei ao Canadá, mas lá eu estava completamente perdido”, afirmou.

 

 

To Top