O ator Pedro Cardoso abandonou entrevista de TV ao vivo em apoio a grevistas da emissora - Brasil News
Por Trás das Lentes

O ator Pedro Cardoso abandonou entrevista de TV ao vivo em apoio a grevistas da emissora

“Eu não vou falar do assunto do qual vim falar.”

Era para ser uma entrevista igual às outras realizadas pelo programa de debates ao vivo, o Sem Censura. Mas o roteiro do programa da TV Brasil teve um fato inesperado. O ator Pedro Cardoso, 54 anos, mais conhecido pelo personagem Augustinho do programa A Grande Família, aproveitou o momento para se solidarizar-se com os trabalhadores da Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) que estão em greve há mais de duas semanas.

“Quando eu cheguei aqui, encontrei uma empresa em greve. Diante do governo que está governando o Brasil, eu tenho a convicção de que as pessoas que estão fazendo a greve estão provavelmente cobertas de razão. Eu não vou falar do assunto do qual vim falar”, afirmou o ator momentos antes de abandonar o estúdio que foi uma maneira de o ator também manifestar seu repúdio ao presidente da EBC, Laerte Rimoli – que foi nomeado presidente da campanha pelo governo Michel Temer.

Pedro Cardoso aproveitou para criticar o presidente da EBC que ironizou de forma racista declarações da atriz Taís Araújo a respeito da discriminação que pessoas negras sofrem no Brasil. “Eu fiquei sabendo também que o presidente desta empresa, que é uma empresa que pertence ao povo brasileiro, fez comentários extremamente inapropriados a respeito do que teria dito uma colega minha”, disse.

 

 

 

 

To Top