Está nos seus planos trabalhar no Canadá na mesma profissão que exercia no Brasil? - Brasil News

Brasil News

Comunidade

Está nos seus planos trabalhar no Canadá na mesma profissão que exercia no Brasil?

Programa de empréstimo financeiro destinado a imigrantes pode ajudar você a realizar o sonho de se dar bem profissionalmente em 2019

O Canadá recebe mais de 300 mil novos imigrantes todos os anos. São muitos os profissionais qualificados que, ao desfazer as malas, têm que se adaptarem a uma nova cultura e encararem um grande desafio: o de conquistar uma vaga na área de atuação do país de origem no competitivo mercado de trabalho canadense.

Hewton Tavares, conselheiro de plano de estudo da Windmill Microlending.

A jornada do imigrante rumo ao exercício da profissão de origem envolve burocracia, requalificação e dinheiro. Trata-se de um longo caminho que demanda tempo e acaba muitas vezes forçando o newcomer a trabalhar em outras áreas.

Nesse processo de imersão no mercado de trabalho canadense, não entra apenas a análise de documentos exigidos por lei, mas também muitas vezes exames e testes preparatórios.

 

O Empréstimo

 

Nesse ringue de batalha na vida do newcomer, existe o braço forte da Windmill Microlending. Trata-se de uma entidade sem fins lucrativos que dá uma carona ao imigrante nessa longa caminhada com um microempréstimo.

Os juros são abaixos dos praticados pelos bancos e o financiamento ajuda os recém-chegados a pagar pelo treinamento ou licenciamento que precisam para o regresso às antigas profissões.

O valor do empréstimo pode chegar até $10 mil.

“Tem área que, para você voltar a atuar nela, tem que haver muita paixão por que o obstáculo é grande”, afirmou Hewton Tavares, conselheiro de plano de estudo da Windmill Microlending.

Desde a criação da Windmill, em 2005, a entidade já beneficiou mais de quatro mil imigrantes e refugiados a retomarem a suas carreiras no Canadá. Mais da metade dos beneficiários são profissionais da área da saúde.

“No caso de dentista, só o processo para você fazer os testes custa $40 mil. Para exercer a profissão sendo especialista (na área de Odontologia) é preciso voltar para a escola”, disse.

 

Desconectado com a profissão

 

“A gente não faz a exigência de a pessoa estar aqui por cinco anos ou 10 anos. O importante é que ela queira voltar a trabalhar na profissão de origem”, afirmou Tavares.

Segundo ele, mutas vezes a pessoa está completamente desconectada com a profissão de origem.

Em um mundo cada vez mais conectado pela internet, elas são tomadas por uma gama informações sobre o Canadá.

Mas de acordo com Tavares, muitas vezes um imigrante que chega aqui não sabe a diferença entre um community college e um private college.

“Quando a pessoa faz o empréstimo, a gente faz perguntas para saber se realmente ela sabe o caminho que está seguindo em termos de educação. Obviamente, a gente não fala: faça isso ou faça aquilo, mas a gente presta esclarecimentos baseado no nível de conhecimento da pessoa”.

De acordo com Tavares, o que é importante para a Windmill Microlending é a redução de riscos. “Se a pessoa pede dinheiro para uma coisa que não vai dar certo, aumenta o risco para a gente”, disse.

 

Plano de Estudo

 

Ainda de acordo com Tavares, o imigrante que se candidata ao empréstimo tem que completar um formulário chamado plano de estudo. Por meio desse plano, a entidade tem uma ideia se a pessoa apresenta clareza quanto ao objetivo o qual deseja alcançar.

O tempo de análise do processo para a aprovação do empréstimo demora duas semanas.

Segundo Tavares, quando a pessoa está na escola no curso de qualificação financiado pela Windmill – ela paga somente os juros do empréstimo.

“Com o fim dos estudos – a pessoa tem até no máximo dois anos para pagar de volta o dinheiro emprestado – que incluem os juros e as parcelas do empréstimo”, afirmou.

O programa existe desde 2005 e já beneficiou mais de quatro mil imigrantes com um volume de empréstimo superior a $20 milhões de dólares.

O sistema de empréstimo é em nível nacional, com exceção da província de Quebec.

O programa é voltado para quem tem residência permanente no país ou já ser cidadão canadense; beneficiários do

provincial nominee program, ou quem é refugiado/protected person no Canadá.

Outros critérios para se obter o empréstimo são: expressar o interesse em voltar a exercer a profissão de origem,

não ter outro tipo de empréstimo bancário e não ter falência pendente legalmente.

 

Mais informações:

windmillmicrolending.org

outreach@teamwindmill.org

info@teamwindmill.org

1–855 423 2262

To Top
$(".comment-click-4335").on("click", function(){ $(".com-click-id-4335").show(); $(".disqus-thread-4335").show(); $(".com-but-4335").hide(); }); $(window).load(function() { // The slider being synced must be initialized first $('.post-gallery-bot').flexslider({ animation: "slide", controlNav: false, animationLoop: true, slideshow: false, itemWidth: 80, itemMargin: 10, asNavFor: '.post-gallery-top' }); $('.post-gallery-top').flexslider({ animation: "fade", controlNav: false, animationLoop: true, slideshow: false, prevText: "<", nextText: ">", sync: ".post-gallery-bot" }); }); });