Compras online. Saiba como evitar sites fraudulentos nessa época do ano - Brasil News
Segurança

Compras online. Saiba como evitar sites fraudulentos nessa época do ano

 

Black Friday, Cyber Monday, Natal e Boxing Day. 

A temporada de corrida às compras e o perigo do comércio online

É comum nesta época do ano muita gente usar uma página de compras na internet para comparar preços de produtos. É onde anda o perigo. Muitos sites fraudulentos usam de ferramentas profissionais com layout bastante atraentes, com páginas bem elaboradas que se assemelham, muitas vezes, aos sites de grandes lojas que vendem produtos online e offline.

Casos de fraudes aplicadas pelos sites de vendas online acontecem diariamente e tornam mais comuns no fim de ano. Isso porque os consumidores querem evitar a dor de cabeça de encarar as lojas que costumam ficarem cheias nesta época do ano.  O eCommerce deve fechar o ano no Brasil com um volume de vendas de quase 50 milhões de reais, um número 10% superior ao do ano passado.

Com mais gente comprando pela Internet aumenta o número de fraudes. Segundo estudo feito por empresa de São Paulo especializada em comércio eletrônico, crimes desse tipo entre a Black Fraude e o Natal devem aumentar em torno de 30% comparado ao mesmo período de 2016.

Entre os golpes mais comuns estão as lojas falsas que oferecem produtos como eletrodomésticos e eletrônicos com preços bem abaixo da média e não entregam a mercadoria. Tem ainda os casos chamados de “fishing‘ (pescaria). Nesse caso, o internauta preenche um campo de informação em uma página não segura digitando número do cartão de crédito e tem os dados roubados.

Para evitar os golpes, a prevenção é fundamental. Aqui estão algumas dicas para que a sua compra online não se torne um pesadelo:

  • Acesse a loja pelo endereço e nunca pelos links enviados por email ou publicados em redes sociais;
  • Veja se o site tem o cadeado de segurança na barra de endereços;
  • Pesquise na Internet a reputação da loja;
  • Desconfie de preços muito baixos,
  • E se você foi vítima de algum tipo de fraude online, quanto antes o crime for identificado, melhor.

Especialistas no assunto são unânimes em afirmar: a ação imediata do internauta que foi fraudado é procurar fazer um bloqueio da compra. Se a pessoa demora, três, quatro ou cinco dias sem agir, perderá muito a possibilidade tanto de evitar a transferência do dinheiro como também a de fazer um cancelamento da compra. Quando a vítima age de maneira rápida ao saber que foi fraudado, ela acaba ajudando  a polícia a prender a quadrilha que está por trás desse tipo de crime cibernético.

 

To Top