Olimpíadas Rio 2016

Atletas russos poderão participar de Olimpíada, mas COI exige condições extremas

2016-07-21t102046z_1007810002_lynxnpec6k0kg_rtroptp_3_sports-us-sport-olympics-doping

O Comitê manteve, no entanto, a exclusão do país no atletismo – categoria envolvida nos casos mais graves.

Depois de polêmica de doping envolvendo a delegação russa, o COI decidiu que atletas russos poderão competir na Olimpíada desde que provem que estão livres de qualquer substância dopante. O Comitê manteve, no entanto, a exclusão do país no atletismo – categoria envolvida nos casos mais graves.

“Nos reunimos para tomar uma decisão muito difícil. Definimos alguns critérios, e atletas limpos vão ter a chance de participar. Eu acho que, dessa maneira, respeitamos os direitos. Não é uma questão sobre expectativas, é sobre fazer justiça diante dos atletas limpos de todo o mundo. Isso respeita as regras da Justiça e o direito de todos os atletas limpos. Acho que isso dá uma mensagem positiva à próxima geração de atletas russos”, disse o presidente do COI, Thomas Bach.

Mesmo permitindo os atletas de outras categorias disputarem, o comitê exigiu uma série de condições. O atleta russo não pode ter sofrido nenhuma suspensão por doping anteriormente, o que desclassifica Yulia Efimova, atual campeã mundial nos 100m peito, e os ciclistas Ilnur Zakarin e Olga Zabelinskaya.

O atleta também precisa estar de acordo com as exigências do Controle Antidoping. Ele será analisado individualmente por sua respectiva federação internacional.

To Top