Tragédia da igreja americana revela um país a ponto de bala - Brasil News
Terrorismo

Tragédia da igreja americana revela um país a ponto de bala

A tragédia de domingo a igreja Batista nos EUA não foi um ato isolado. De acordo com um levantamento do site “Gun Violence Archive”, esse foi o 35º ataque a tiros desde Stephen Paddock abriu fogo contra uma multidão em um show em Las Vegas, em 1º de outubro, causando a morte de 58 pessoas no pior ataque a tiros da história moderna dos EUA. A soma, que leva em conta ataques com ao menos quatro vítimas – incluindo feridos e mortos, mostra que o tema está longe de ser resolvido no país. Entre as vítimas está a filha do pastor da igreja, de 14 anos, outros adolescentes e uma criança de dois anos.

A tragédia occoreu quando um homem abriu fogo dentro de uma igreja em um pequena comunidade do sul do Texas neste domingo, 5, matando diversas pessoas e ferindo outras tantas, antes de ser morto, disseram autoridades locais.

O ataque ocorreu na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, a sudeste de San Antonio, de acordo com a imprensa local.

A porta-voz de um centro médico em Floresville disse que o hospital recebeu “múltiplas vítimas” do tiroteio na igreja e outro hospital também está recebendo vítimas.

Ainda não há clareza sobre o número de vítimas. Agências de notícias internacionais chegam a citar “pelo menos 27 mortos” e dezenas de feridos, mas não foram divulgados, até agora, números oficiais.

To Top